Aditivos de Arrefecimento: Como devo usar?

O sistema de arrefecimento do motor é a parte responsável por manter a temperatura ideal do veículo. O intuito é impedir que ele superaqueça durante o funcionamento do automotor, evitando danos internos.


A substância que mantém o funcionamento deste sistema se chama fluido de arrefecimento. Ele é composto por duas substâncias: água desmineralizada e aditivo. Existem ainda dois tipos de aditivos: O pronto para uso, que já vem preparado para ser colocado no sistema de arrefecimento e o concentrado, que deve ser diluído em água.

Os aditivos realizam funções essenciais para o funcionamento dos motores. São elas: Conservar os componentes mecânicos, melhorar a troca térmica do sistema de arrefecimento, elevar a temperatura de ebulição e diminuir a temperatura de fusão do fluido.

O uso de aditivo no fluido de arrefecimento faz com que as partes metálicas do sistema sejam conservadas, além de lubrificar a bomba do sistema, o que aumenta a vida útil do mesmo. Resumindo, quem usa um bom aditivo como mistura do fluido de arrefecimento do seu veículo só tem a ganhar.


Sobre o tempo de troca deste aditivo, as montadoras consideram o intervalo a cada 30 mil quilômetros rodados ou a cada 12 meses como o momento ideal para a realização desta manutenção. Assim como todos os produtos que usufruímos, o aditivo também tem prazo de validade. Com os avanços tecnológicos foi possível a criação de aditivos que não necessitam ser trocados com frequência, porém, vale salientar que cada veículo tem uma necessidade diferente, então é recomendado consultar o Manual do Proprietário.

Para escolher um bom aditivo, é recomendado que seja consultado a indicação do fabricante ou de um profissional especializado. Opte por produtos com qualidade comprovada.

É comum ver pessoas completando o fluido de arrefecimento com água da torneira, porém, isto pode causar problemas para o veículo, como um vazamento, por exemplo. É possível conferir o nível de líquido por marcações que indicam o nível máximo e mínimo de capacidade no sistema.


A falta de manutenção e troca do fluido do sistema de arrefecimento pode danificar o veículo, já que o superaquecimento do mesmo afeta outros componentes. Fique sempre de olho no ponteiro marcador de temperatura do seu veículo, para evitar problemas.

Estas considerações servem tanto para os veículos leves, quanto para os veículos pesados. Mas, se tratando de veículos pesados, temos sempre a melhor solução para você.


A Casa do Caminhão é uma auto peças para a linha pesada, localizada na Av. Linha Verde, nº 19616, em Curitiba/PR. Além de obter as melhores peças e acessórios para a linha pesada, possuímos também os melhores aditivos para caminhões do mercado.